Musa do rock: Debbie Harry é uma icone da moda

Blondie é o nome artístico de Debbie Harry

“Once I had a love and it was a gas, soon turned out had a heart of glass.” Esse é um dos hinos dos milhares de fãs da banda new wave Blondie, com o hit Heart of glass. A vocalista Debbie Harry é referência não só na música, mas também na moda por conta do seu estilo impecável até os dias de hoje.

Prestes a completar 66 anos em 1º de julho, ela ganhou no início deste ano um livro de paper dolls em sua homenagem, criado pela artista Mel Simone Elliott. O produto que está a venda online é composto por duas bonecas de papel com o rosto da cantora, com diversas roupas, também de papel, para compor o figurino. A artista também ja fez esse tipo de versão com Lady Gaga, Kate Moss, entre outras celebridades.

Debbie possui uma trajetória na música marcada por grandes sucessos, como a música Call me e In the flesh. Ela também foi vencedora de um Grammy e foi nomeada ao Globo de Ouro, com a música Call me, trilha do filme Gigolô americano (1980), estrelado por Richard Gere.

A cantora, que foi adotada aos 2 meses de idade, se chamava Angela Trimble. Ela adotou o nome artístico quando começou a carreira. Antes Debbie trabalhava como garçonete no Max’s Kansas City, uma das casas de rock das mais badaladas de Nova York nas décadas de 1970 e 1980, e também já foi coelhinha da Playboy.

Ao longo da carreira, a cantora trabalhou como atriz e participou de diversas produções como Hairspray (1988). Mas o grande ponto de sua carreira foi o fato dela fazer parte da banda que marcou a história do rock, ao inovar no estilo de música e fazer um som diferente que foi chamado de new wave, na década de 70.

A banda se chamava originalmente Angel and the Snakes, mas os integrantes resolveram mudar devido ao fato de muitas pessoas chamarem a cantora de “blonde”, devido a cor do cabelo ser um loiro platinado.

Debbie Harry é considerada uma musa do rock, um ícone feminino e ídolo de nomes como Madonna e Fergie, além de ter influenciado diversas bandas como Garbage e Cardigans.

Sempre houve alguns boatos de que iriam fazer um filme sobre a cantora. Houve rumores de que Kirsten Dunst iria interpretá-la. A própria atriz já chegou a dizer que adoraria fazer o papel, mas até hoje não houve nenhuma confirmação se o filme será produzido. Agora resta esperar e torcer para que a vida de Debbie Harry seja levada às telas dos cinemas, para que as pessoas possam conhecer um pouco da vida de uma cantora que marcou gerações.

Foto: teamstickergiant no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *