Lea T: a modelo brasileira do momento

Lea T continuou sua carreira de modelo, apesar de ser transexual

Leat T foi um dos destaques do Fashion Rio este ano. Desfilando pela marca Blue Man, a modelo arrancou aplausos da plateia. Filha do ex-jogador de futebol e atual técnico do Sport Club do Recife, Toninho, Lea T não é mais conhecida como “a filha de Toninho”. A modelo, que é transexual, ganhou as passarelas, talkshows e capas de revista do mundo inteiro.

O sucesso começou ano passado, ao protagonizar a campanha outono/inverno 2010 da Givenchy. Riccardo Tisci, quem comanda a grife, disse na época que a escolha da brasileira  “reforçava a dicotomia masculino/feminino” que costumava desenvolver no design das roupas da marca. A modelo ainda ganhou no mesmo ano um perfil na revista Vogue, com direito a uma foto nua. Só que para surpresa de muitos, Lea T era transexual.

Para causar ainda mais alvoroço, Carine Roitfeld, editora da Vogue Paris, estampou a modelo nua na capa de uma das edições da revista. Tudo isso porque Lea é considerada uma das maiores promessas da moda. Depois, a brasileira teve oportunidade de desfilar na Semana de Moda de Paris.

Lea começou a carreira de modelo quando era adolescente. Ela chegou a trabalhar como modelo masculino, mas era frequentemente confundida com mulher. “Geralmente, quando entrava para o casting masculino, sempre vinha alguém me dizer: ‘As garotas devem ir para o outro quarto’”, contou em entrevista ao IG. “Eu ficava vermelha, ou melhor, vermelho de vergonha.”

Lea saiu do anonimato graças a Riccardo Tisci, diretor de criação da Givenchy, quem a incentivou a seguir a carreira mesmo sendo transexual. Quando a mídia descobriu que ela era filha de um famoso jogador brasileiro de futebol, o alvoroço foi enorme. O jornal britânico The Guardiam chegou até a fazer um perfil da modelo e a classificou como “a primeira supermodelo transexual” de destaque.

A brasileira foi capa de grandes revistas como Vogue, foi também na capa da revista Love beijando na boca a modelo Kate Moss, além de ter sido entrevistada pela Oprah. Ela também desfilou para Alexandre Hercovitch, no São Paulo Fashion Week em janeiro, depois de anos sem voltar ao Brasil. Confira as fotos do destile no IG.

Em entrevista ao Estadão, a modelo explicou porque depois de tanto tempo só voltou ao país este ano. “Só voltaria por um motivo muito bom. Quando o convite do Herchcovitch chegou, tive o motivo. Adorava. Descobri o Herchcovitch por meio da Geanine Marques. Um dia vi a foto dela e disse para o Riccardo (Tisci) que ele tinha que chamá-la para um desfile. Ela, com seu jeito andrógino, que tanto simbolizo, chamou minha atenção. Depois é que soube que o desfile era do Alexandre”, disse.

Lea T foi eleita uma das 50 modelos mais bem-pagas do mundo pelo site Models.com. A brasileira, que faz terapia hormonal, pretende fazer em breve uma operação de troca de sexo.

Foto: synaes no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *