Alexander Wang é processado por trabalho escravo

Alexander Wang é um estilista famoso
Alexander Wang é um estilista famoso

O estilista Alexander Wang foi acusado, em um processo movido por ex-funcionários, por trabalho escravo. O caso do americano será julgado na Suprema Corte dos Estados Unidos. Dennis Wang, irmão do estilista, também foi acusado e, segundo os ex-funcionários, as jornadas passavam de 16 horas e tinham péssimas condições de trabalho.

A fábrica de Wang fica em Chinatown, em um lugar sem janelas e com menos de 200 metrosquadrados. O ex-empregado Wenyu Lu, de 56 anos, disse ao jornal The New York Times que passava mais de 90 horas por semana na fábrica e quando prestou queixa foi demitido. Seu advogado também contou que Lu desmaiou depois de um turno ininterrupto de 25 horas.

O processo de US$ 50 milhões foi registrado na Corte Suprema do Queens e foi levado para a Corte Federal. No total, são 29 ex-empregados que abriram o processo. A assessoria de Alexander Wang negou todas as acusações em entrevista ao site de moda WWD. Segundo eles, a empresa leva a sério a lei e que cumpre com todas as sua obrigações, inclusive referentes à carga horário e pagamento de hora extra, e que a marca garante um ambiente seguro para o trabalho.

O caso surpreendeu o público, já que Wang sempre foi um nome renomado na indústria. Ainda não se sabe como será o futuro do estilista e quais consenquências terão em seu trabalho. Apesar do processo polêmico, Alexander Wang pretende abrir mais 15 lojas até o final do ano. Ele ainda não se pronunciou oficialmente.

Não é a primeira vez que um caso assim aparece na imprensa. No ano passado a Zara também chegou a ser acusada. O programa A Liga, da TV Bandeirantes, fez um programa especial sobre o caso. Na reportagem foram mostradas as condições degradantes e irregulares que os funcionários da fábrica de costura eram submetidos na cidade de Americana, no interior de São Paulo. O Repórter Brasil, agência de notícias, também acompanhou o caso e fez uma matéria sobre a fábrica. Confira a matéria na íntegra.

A preocupação ambiental e social é algo cada vez mais recorrente na moda. A questão ganha cada dia uma maior importância. No ano passado muitos estilistas e marcas incluíram a moda sustentável em seus trabalhos e, com o aumento do número de casos de trabalho escravo em grandes marcas, o assunto virou algo preocupante em um meio que não transparecia suas mazelas.

Saiba mais sobre o tema no Moda e Luxo

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.