Um guia de ateliês e brechós no Rio de Janeiro

Há muitos ateliês e brechós no Rio de Janeiro

Para estudantes de moda ou clientes assíduas de brechós e ateliês, idas a esses lugares são muito frequentes.  Conseguir achar aqueles locais perto de casa ou do trabalho seja para comprar roupas de grife por um preço mais barato, garimpar acessórios clássicos ou mandar fazer aquela peça de roupa que precisa e tanto quer, às vezes fica difícil. Para facilitar a vida de muitas mulheres cariocas, há dois livros que devem estar dentro das bolsas de todas: Guia de brechós do Rio de Janeiro, de Manuela Borges e Guia de Ateliês do Rio de Janeiro, de Marina Ivo, ambos da Editora Memória Visual.

O guia de brechós traz os endereços de mais de 50 lugares na cidade. A autora, que fez Design Gráfico na PUC-Rio e trabalha com marketing de moda, listou os brechós em categorias para facilitar ainda mais a busca pelo gosto da cliente. São elas:

  • Clássico: é aquele típico brechó antigo, que há inúmeros na Zona Sul, cheio de araras com roupas de vários estilos e décadas.
  • Chique: é o brechó mais arrumado e moderno que oferece peças e acessórios de marca por um preço muito mais barato.
  • Pop: é o tipo de brechó que tem na vitrine as últimas tendências da moda.
  • Infantil: brechós especializados em moda para crianças. É muito comum achá-los na Barra da Tijuca.

Há também um passo-a-passo para as garimpeiras de brechós de primeira viagem.

A jornalista Marina Ivo ao escrever o livro de ateliês, ela os classificou por faixas de preço. Isso faz com que a leitora já tenha uma ideia do que esperar quando for aos endereços. O guia está dividido por bairro e apresenta uma pequena introdução de cada ateliê, sobre os estilistas além de informações sobre contato e hora de atendimento. A autora usou uma linguagem informal, o que cativa a leitora e a prende nos pequenos detalhes. E para melhorar, no final de cada capítulo, ela ainda dá dicas de lugares gastronômicos perto dos ateliês que valem a pena ser conferidos seja para experimentar uma sobremesa ou uma bebida.

Os dois guias são finos e em formato de bolso, cabendo na bolsa de quem queira se aventurar em uma busca no mundo da moda. Práticos e rápidos de serem lidos, eles oferecem um bom roteiro de lugares seja para clientes antigas que sempre estão buscando novas opções ou para consumidoras de primeira viagem que estão trilhando novos caminhos no mundo fashion.

No site da Editora Memória Visual há os endereços das lojas que vendem os guias.

Foto: Rodrigo_Soldon no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *