História da Ralph Lauren

Conheça a história da marca do estilista americano Ralph Lauren

Qualquer produto da marca é um presente sem erro. Qualquer desfile de moda só pode ser considerado legítimo quando o selo está presente na passarela. O destaque não fica apenas nas confecções, mas também nos acessórios e perfumes da grife. Conheça a história da Ralph Lauren.

O mundo todo admira as roupas que carregam o famoso jogador de polo em cima do seu cavalo. As peças são altamente glamorosas, sendo que são altamente cobiçadas por pessoas que gostam de alto estilo e confecções direcionadas à vida dos executivos, seja no trabalho ou durante o momento do lazer.

A linha produtiva combina com todos os estilos, do clássico ou mais esportivo. Para muitos críticos de moda o selo representa a moda moderna corrente nos Estados Unidos.  Para outros a Ralph Lauren representa moda americana e britânica em apenas uma peça com bastante glamour e status.

História: No ano de 1967 a empresa já marcou forte presente com as confecções de gravatas bastante modernas para época que eram extremamente curtas e não possuíam ricos detalhes nos modelos mais convencionais.

As unidades custavam o dobro dos valores mais encontrados, contudo foi altamente procurada pelos executivos norte-americanos. A rica composição de seda italiana liderou rapidamente o mercado do segmento. Faturamento de US$ 500 mil somente no primeiro ano de vendas.

Com o sucesso agregado, Lauren começou com a produção de roupas masculinas, tendenciado clássico com moderno na sua primeira coleção. Somente da década de 70 que o símbolo da marca começou a confeccionar também pata o público feminino. Foram produzidas diversas saias, calças, vestidos, pregueadas, entre outras peças com bastante delicadeza e singularidade.

Na metade da mesma época a Ralph Lauren já confeccionava para as crianças, sem contar a alta produção em perfumes e atém mesmo para itens de decoração de residência, como porcelanas, lençóis e tapetes. Sendo que a identidade da marca no que tange a alta elegância foi sempre presente em todos os detalhes dos bens manufaturados.

Com a histórica chegada à Europa no ano de 1981, Lauren marcou seu nome na história como primeiro estilista americano a abrir comércio no velho continente, decretando que seu selo veio definitivamente para ficar. O estabelecimento foi construído na New Bond Street, Inglaterra – simplesmente uma das regiões onde a moda gera mais renda em todo o planeta.

Liderando o mercado por muitos anos acabou agregando bastante capital financeiro para investir também em outras companhias. Em 1995 comprou a líder canadense Club Monaco, empresa com quase 80 lojas nos Estados Unidos e Canadá.

Hailee Steinfeld novo rosto da Miu Miu

Hailee Steinfeld é o novo rosto para a linha jovem da Prada, Miu Miu.

A atriz Hailee Steinfeld, 14 anos, é a nova garota-propaganda da marca Miu Miu, linha da Prada voltada para o público jovem. Ela fará a coleção outono/inverno de 2011 e 2012.

A americana ficou famosa ao interpretar Mattie Ross, no remake do faroeste Bravura Indômida, dos irmãos Cohen, ao lado de Jeff Bridges e Matt Damon. Hailee chegou a ser nomeada a melhor atriz coadjuvante no Oscar desse ano. Nas premiações ela foi a queridinha dos estilistas ao usar marcas como Marchesa, Gucci, Alberta Ferretti e Moschino.

Outro rosto conhecido da marca, só que da Prada, é a modelo Lara Stone. Ela é a garota-propaganda do perfume Prada Infusion D’Iris. Filha de pai inglês e mãe alemã, a modelo nasceu na cidadezinha de Mierlo, na Alemanha. Ela foi descoberta aos 12 anos no metrô de Paris. Em 2006 ela assinou um contrato com a agência IMG e fez campanhas para grandes marcas como Louis Vuitton, Chanel, Lanvin, Prada, Marc Jacobs, Stella McCartney, Balmain, Celine, Hermès, Jean Paul Gaultier, Dolce & Gabbana e Hugo Boss.

Uma história de sucesso

A marca italiana Prada foi criada em Milão, em 1913, pelos irmãos Mario e Martino Prada. Inicialmente eles comercializavam artigos de couro, como bolsas, sapatos e malas de viagem. O principal cliente da grife era a realeza italiana.

Na década de 70, Miuccia Prada, neta de Mario, assumiu o comando da empresa. Junto com Patrizio Bertelli, dono de uma marca de artigos de couro, eles renovaram o perfil da grife, diversificando o portfólio de produtos.

Na época, a grife sofria uma crise financeira. Para contorná-la, Miuccia desenvolveu linhas de mochila de luxo e bolsas de viagem feitas de nylon, mesmo material usado pelos militares, com o logotipo da marca em prata. Foi um sucesso de vendas.

A partir desse momento, a Prada se tornou uma das marcas mais famosas do mundo. No início da década de 80, a marca lançou uma bolsa preta listrada, que se tornou febre entre celebridades. Após isso, Miuccia lançou uma linha de calçados femininos e a primeira linha de prêt-à-porter feminino.

Nos anos 90, Miuccia se consolidou como estilista e a marca se firmou como uma maison de luxo. Depois foi criada a Miu Miu, linha jovem da Prada. O nome é inspirado no apelido da empresária.

Atualmente, a Prada tem um portfólio diverso, incluindo artigos de couro, peças femininas e masculinas, além de produtos eletrônicos. Em 2007, ela foi uma das primeiras marcas a lançar um celular da própria grife.

Foto: americanistadechiapas no Flickr