Acessórios para o verão

Pulseira de pedras para o verão 2013
Pulseira de pedras

O verão é uma época onde naturalmente usamos menos roupas. E mesmo as poucas peças que vestimos, são mais leves e descontraídas. Para se manter sempre na moda mesmo em dias de sombra e água fresca, a dica é investir nos acessórios que estarão com tudo no verão 2013. A boa notícia é que as bijuterias ‘Maxi’ continuam em alta. Brincos, pulseiras e colares ficam o máximo com biquíni e saída de praia. Veja os principais acessórios da próxima estação:

Pulseira de Pedras – Normalmente, vemos pedras em anéis e colares. As pulseiras costumam ser mais discretas. Porém, em 2013, as pedras serão peça chave nesta acessório feminino e despojado. Escolha as mais coloridas e alegres. O azul e o verde farão um visual praia incrível. Se não quiser exagerar na quantidade de pedras, invista em correntes aliadas a um pingente de pedra. Ficam sofisticadas e discretas. Estas versões de pingente único são legais para combinar com biquínis retro, outras pulseiras no mesmo braço ou chapéu de aba longa.

MaxiColar – Não tem jeito, esta peça é a queridinha da estação. De todas as cores, os maxi-colares ainda são a melhor opção para quem gosta de roupa discreta mas com um toque de cor. Vai bem com o nude, o bege, os tons de marrom e salmão. Perfeito para uma ‘Casual Friday’ por exemplo, quando já estamos em clima de fim de semana mas não podemos acrescentar o colorido nas roupas de trabalho. Para a noite, o maxi-colar vai bem com um bom decote em V e um rabo de cavalo. Prático, simples e muito sofisticado!

Brincos Divertidos – E já que estamos falando de verão, por que não ousar nos brincos também? A ideia é apostar nas peças com formatos engraçados, como os de ‘Cup – Cake’, o famoso ‘Bigodinho’, ‘Câmera Fotográfica’ entre outros. Parece coisa de adolescente mas ultimamente a moda está pegando para mulheres de todas as idades.  Afinal, é verão!

Anéis Protetores – É isso mesmo! Lembra daquela onda de colares com sal grosso, pimenta e olho grego? Pois é, a tendência passou para os anéis! Foram hit no ano novo de 2012 e agora voltam com tudo no verão. As pulseirinhas de pimenta também são uma graça! O olho grego pode ser usado em versões menores também no colar. Há quem use até no chaveiro e como penduricalho para carro. Você pode combinar este acessório com saídas de praia e biquínis brancos ou bege.

Leia também:

Foto: bijuquices.blogspot.com

Como acabar com o mau hálito?

Dicas para acabar com o mau hálito
Acabar com o mau hálito

O hálito, conhecido nas áreas acadêmicas também por halitose, representa problema pontual em muitas pessoas ao redor do mundo. Problemática que pode prejudicar em níveis consideráveis a vida social. Interessante notar que até mesmo na bíblia existem relatos sobre tratamentos naturais para trazer hálito fresco.

Higiene Dentária

Quase 20% das pessoas que buscam médico para tratar o problema não o possuem. Representa um dos problemas de saúde difícil de ser percebido. Cientistas apontam que existem aproximadas 40 causas distintas do mau hálito. Pode-se considerar que 80% das halitoses são originadas na própria boca, causadas em grosso modo em consequências da flora bacteriana presente na orofaringe.

Na boca existem quase setecentos tipos de bactérias, algumas delas capazes de gerar gases repletos de odores desagradáveis originados dos alimentos orgânicas, caso das proteínas, por exemplo. Neste sentido se torna recomendável procurar o dentista de confiança no intuito de reorganizar a higienização da boca.

Dentes de região posterior da língua são duas zonas nas quais existem maiores acumulações de bactérias que originam o mau hálito. De certa forma, grande parte das pessoas do mundo aprendeu cuidados básicos de como cuidar das higienes necessárias pela boca. Além de escovar os dentes corretamente, passar o fio dental e utilizar antissépticos bucais, dentistas podem recomendar formas alternativas de tratamento no intuito de conquistar o frescor com êxito e durabilidade.

Tenha em mente de que a higienização deve ser concentrada nos dentes situados no fundo da boca, locais nos quais a salive e bochecha não conseguem fazer o contato direto de maneira com que aconteça a limpeza natural.

Inflamações e mau hálito

Algumas inflamações, caso das periodontites e da gengivite, podem desencadear a halitose. Saliva é considerada antisséptico natural para combater as bactérias e ajudar na eliminação dos restos de alimentos que estão depositados na boca. Quanto maior o nível de ressecamento na boca mais chances existem de acontecer inflamação.

Saburras linguais são manifestações das placas esbranquiçadas compostas por células descamadas e bactérias que se aderem na língua e causa a halitose. Surgem em consequência da hidratação na boca feita com pouca qualidade, ou nenhuma. Usar aparelhos ortodônticos, antissépticos a base de álcool, roncos e dormir de boca aberta são fatores que desencadeiam o excesso de saburra.

Interessante notar que o sono com a boca aberta auxilia na geração de mau hálito, ao passo que dormir com a boca fechada por causar bruxismo, demonstrando assim que a vida realmente não é fácil para quem sofre problemas bocais.

Foto: corpoesorriso.blogspot.com

Hábitos saudáveis

Hidrataçao
Uma boa hidratação é essencial

O começo de um novo ano é sempre uma motivação para iniciarmos a dieta, os exercícios físicos e hábitos saudáveis, mas para quem pensa que precisa de muito tempo e dinheiro para adotar uma vida mais regrada, a notícia é boa: é possível se alimentar e viver bem gastando muito pouco. Saiba como com dicas simples que podem alterar sua rotina e trazer mais energia, vitalidade e equilíbrio para a sua vida.

Hidratação – Dessa vez não estamos falando de produtos de beleza e sim de água. Beba bastante água para manter seu corpo sempre preparado para qualquer atividade física. Evite apenas o consumo durante os exercícios, pois pode acarretar doenças do coração. Sucos naturais, chás e água de coco também são bem vindos para repor os sais mineirais perdidos ao longo do dia. Carregue sempre na bolsa uma garrafinha e vá reabastecendo ao longo do dia. Se você trabalha muitas horas em frente o computador, deixe um copo ou uma garrafinha de água ao lado, você irá beber mais água sem perceber.

Horário – Estabeleça limites de horário. Dormir oito horas por dia é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Não há vitalidade sem descanço. Para desacelerar no final do dia, ouça uma música relaxante, tome um banho quente e evite alimentos que estimulem o cérebro, como o café, doces e carboidratos. Organize seu dia e crie horários para trabalhar, se divertir, descansar e se alimentar com equilíbrio. Durante o dia, procure atividades que mantenham o cérebro ocupado e a noite, opte por atividades de relaxamento, como leitura e yoga.

Atividade Física – Não é novidade para ninguém que a atividade física é uma forte aliada no combate de doenças e deve estar incluída na rotina diária. O período da manhã é o mais propício para quem precisa se exercitar, pois o corpo está bem descançado. Se você precisa estar cedo no trabalho, faça exercícios a noite. Monte uma série e tire pelo menos uma hora por dia para se dedicar ás atividades. Caminhada, pedalada e corrida são os mais indicados para quem ainda não pode incluir a academia no orçamento.

Alongamento – Tão importante quanto atividade física. Um bom alongamento é bom para a postura, aumenta o tônus muscular, o preparo físico e ainda ajuda na concentração. Ao acordar, faça um breve alongamento para começar bem o dia. Comece com posturas simples como esticar os braços e pernas. Dedos e pescoço também precisam ser alongados. Não comece com posturas elaboradas, vá aumentando a intensidade a cada dia.

Leia também:

Foto: cherylundenberg.wordpress.com