Nome de esmalte

Cada marca é o seu critério para a nomeação de esmaltes

O esmalte é um dos acessórios preferidos das mulheres. Nada melhor do que ter unhas bem feitas. A variedade de cores é grande e muitas pessoas se guiam pelo nome, ou só pela tonalidade. A cada ano são lançadas mais de 100 cores pelas principais marcas como a Colorama, Risqué, Impala e Big Universo. E fica sempre uma curiosidade: como são escolhidos os nomes que acompanham cada vidrinho nas coleções.

O dono da Big Universo, por exemplo, se interessa muito em assuntos relacionados à astronomia, e isso reflete na escolha dos nomes. Cada um deles possui uma referência ao tema. O perfil da marca é esse. Agora basta imaginar as mais de 120 cores que o esmalte tem e todas com o tema “universo”.

Victor Munhoz, gerente de produtos da Impala, é o responsável pela escolha de nomes da marca. Segundo Munhoz, a equipe tentar unir o conceito da coleção com a cor de cada esmalte. “Na Diva’s fizemos uma pesquisa e selecionamos uma série de possíveis nomes. Depois foi feita uma triagem e excluímos aqueles que não combinavam com as cores”, disse o gerente em entrevista para o Terra.com.br. A coleção teve 12 tonalidades e o resultado final foi: Marylin, Jackie, Madonna, Brigitte, Audrey, Charlotte, Jane, Catherine, Sophia, Gisele, Nicole e Gilda.

Já a Risqué desenvolve uma pesquise sobre a história, costumes e tendências da moda nacional e internacional. E os nomes são escolhidos de acordo com o conceito de uma edição que é trabalhada pela marca. Por exemplo, uma das coleções já lançadas se chamava “Penélope Charmosa”. A linha contava com diversos tons de rosa. E a coleção outono/inverno de 2010 era Risqué Joias Místicas. Os vidros tinham nomes como Topázio Púrpura, Diamante Roxo e Pedra Granada.

A Colorama, que lança cerca de 30 novos esmaltes a cada ano, também acompanha as tendências da moda e partir disso desenvolve o tema da campanha. Quando é escolhido o conceito, a marca pensa em um nome para cada esmalte. Um dos mais famosos é o “Rosa Chiclete”, nome bem feminino, que tem por objetivo se referir a ideia de jovialidade. Outro muito conhecido é o “Atrevida”, aquele vidrinho com um vermelho vibrante.

A escolha dos nomes vem de estudos comportamentais, de pesquisas relacionadas à moda, ou simplesmente por seguir o perfil da marca, como é o caso da Big Universo. O que importa no final é que o nome soe agradável e que a consumidora lembre dele, pois afinal toda mulher pergunta: “Qual esmalte você está usando?”.

Foto: En busca del sol no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *