Chanel representa o marco da conquista feminina

Com estilo e atitude, Gabrielle Coco Chanel foi ícone dos anos vinte, revolucionando o conceito de moda da década e libertando mulheres de trajes desconfortáveis e rígidos, típicos do final do século dezenove. Chanel rompeu barreiras até na área de perfumaria, lançando em 1921 o famoso ‘Chanel N° 5’, primeiro perfume sintético a levar o nome de um estilista. O frasco art-déco foi incorporado á coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York.

Chanel trouxe para as mulheres, a potência de ser feminina e ter um estilo próprio. A voracidade por ascenção social, status e reconhecimento eram traduzidos em roupas altamente emblemáticas nos anos vinte. A mulher idealizada por Chanel, tinha um ar dominante, moderno e puramente elegante. O estilo foi duramente criticado por revistas de moda e profissionais de área, que ainda seguiam uma linha altamente conservadora. Chanel arriscou e acreditou em sua proposta mesmo sabendo que a mentalidade das mulheres ainda não estava preparada para assimilar as tendências inovadoras marcadas por ternos de alta costura, túnicas em malha de corte reto e saias na altura dos tornozelos. Porém, o estilo acabou caindo no gosto da elite francesa.

Quando o assunto é desfile da Chanel, as roupas correm o risco de se tornarem um mero detalhe. Esmaltes, penteados e maquiagens exóticas são pontos altos da marca. Durante a última semana de moda em Paris, a marca mostrou mais uma vez que veio para causar. A novidade da vez foram apliques de sobrancelhas feitos de pedras. O diretor de maquiagem da marca, Peter Philips teve a inspiração a partir de um croqui desenhado por ele, onde mulheres usavam pedras encima das sobrancelhas. Assim, resolveu levar a ideia para as passarelas. Modelos exibiam lantejoulas cinza e pérola e aplicação de pedras em tons variados.

A marca, que recentemente lançou um site de maquiagem assinado por Peter Philips, apresenta vídeos tutoriais, produtos preferidos da estação e os últimos desfiles.

Chanel também é ‘hit’ no que diz respeito á beleza das unhas. A coleção ‘Les Khakis’ criado também por Peter Philips foi sucesso absoluto nos EUA e não tem feito feio no Brasil também. Cores opacas e tons nude são o forte da coleção de esmaltes que promete longa duração e maior fixação.

Tanta inovação e tecnologia levaram a marca a ser uma das mais compradas por temporadas seguidas em diversos paíseis da Europa e nos EUA.

Produtos como inovadores pincéis para olhos, lábios e unhas, acessórios incríveis e criações renomadas da alta joalheria também fazem parte do sucesso de Chanel.

O anel Camélia, em ouro branco foi usado por diversas atrizes e modelos, mesmo antes de seu lançamento.

Leia mais sobre Chanel:

Nova chefe da Chanel: Gigi Burris
Chanel e moda francesa

Autor: Bruna Fernandes

Graduada em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo pela Universidade Castelo Branco.Formada em Inglês pela Escola de Idiomas Wizard.Resenhista.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *