Jaquetas e casacos para o outono/inverno 2011

Os casacos de couro são uma boa escolha para a nova temporada

As ruas brasileiras deram adeus ao intenso calor que predominou no país nos últimos meses. E os guarda-roupas dão espaço a roupas mais pesadas e aos queridos casacos, deixando de lado aquela camisa de renda ou o vestido florido de tecido leve. Para entrar com o pé direito e com o look certo para o outono/inverno, as jaquetas de algodão e de couro são uma boa opção para incrementar o visual.

As jaquetas de algodão ou de jeans são bem vindas durante o dia-a-dia. Em cores claras ou escuras elas são fáceis de combinar, seja com uma calça jeans, um vestido ou uma saia mais justa. É uma peça básica para quem vai ao trabalho, ao shopping ou à rua e é algo que nunca sai de moda, então vale a pena tê-la sempre no armário.

Já o casaco de couro é um item indispensável. Todo outono/inverno a peça aparece em coleções de várias marcas. É uma roupa que atende a gostos bem ecléticos, pois dependendo da forma que o casaco seja e com que tipo de roupa ele acompanhe, o casaco de couro pode dar um visual mais descolado ou mais chique para quem o veste. Por ser de couro, normalmente é uma roupa mais cara, mas nada impede de fazer um investimento, pois é o tipo de peça que dura bastante tempo, devido o material.

O casaco de couro vai bem com peças tradicionais, como jeans mais justo e vestidos curtos. Ele combina muito com quem tem um estilo roqueiro e versátil. Ele é ótimo também para sair à noite, com um salto alto, ou bota e com um vestido mais arrumado. Para quem prefere o visual mais leve, mas ao mesmo tempo chique, esse tipo de jaqueta também dá com saias e o clássico vestido preto, básico em qualquer guarda-roupa.

As jaquetas são uma peça coringa para a estação. Com elas, dá para criar vários tipos de visual: romântica, chique, roqueira ou descolada. Tudo depende da peça que acompanha o casaco. É o tipo de roupa que vale o investimento, pois está sempre presente em várias estações, mesmo quando é feita com tecidos mais leves. A jaqueta jeans é um exemplo disso. Ela esteve presente em vários looks primavera/verão com vestidos e blusas florais, dando um ar mais romântico. No inverno ela volta mais uma vez junto com blusas de materias mais grossos e acompanhada por acessórios, como lenço ou cachecol. Nada melhor do espantar o frio, mas com estilo.

Quer saber mais dicas de como usar uma jaqueta? O blog de moda Just Lia da MTV dá o caminho das pedras.

Foto: Andy Houghton no Flickr

Calçado para não fazer feio nessa primavera-verão

Mulheres com diferentes tipos de calçados

Quando o assunto é calçado, boa parte do público feminino logo se interessa e se mostra disposto a abrir a bolsa e gastar o que for preciso para ter aquele tão cobiçado “bem”. Para as estações primavera 2011 e verão 2011, modelos variados vão se firmando como tendências no mercado. Os desfiles vistos recentemente demonstram quais às principais características dos sapatos que devem seduzir às mulheres nessa estação, o que vem gerando várias expectativas no mercado. Novos modelos em estilos inusitados chegarão às lojas e vitrines arrancando suspiros. E pra variar, às sandálias continuam sendo as queridinhas da mulherada.

A tendência é que às sandálias cheguem com cores variadas, como roxo, royal, marinho, magenta, lilás e laranja, acompanhadas de strass e cristais, que definitivamente deixam elas com mais glamour, mais poderosas. Os modelos tradicionais com tiras largas e marcantes, vão ganhar tiras um pouco mais finas. Já às sandálias para eventos formais, terão detalhes como aplicações em renda, laços e paetês que dão um toque mais elegante a todo o visual, ressaltando a feminilidade.

Plataformas e saltos, seja em couro ou madeira, finos ou grossos, prometem vir com diferenciais, destaque para o sapato meia pata em madeira, que dará um toque mais rústico ao calçado e o peep toe, que continua em alta. Além é claro dos saltos em vírgula, stilettos e anabela. E também não poderia faltar, às gladiadoras, que terão versões mais altas. Uma das características das novas coleções internacionais é a altura dos saltos, que tendem a ficar maiores, além de contar com vários enfeites e bastantes detalhes.

Outra novidade em relação às sandálias são os materiais utilizados nas cintas, como cadarços e largas tiras de cetim, que até então não eram vistos nesse tipo de calçado. Temos ainda, as fitas de cetim que dão ao modelo um toque mais sutil e feminino, além se ser mais confortável do que as rústicas “cordas”.

Rasterinhas e chinelos que caiu nas graças das mulheres por proporcionar conforto, vão continuar em alta, mas com um visual mais atraente e estiloso. Às novas versões das rasteirinhas vão manter as tradicionais duas tiras, mas serão acompanhadas com paetês e bordados.

O destaque da primavera/verão deve ficar novamente por conta das botas de inverno. Isso mesmo! Mesmo se tratando de uma temporada mais quente, elas vão estar nas ruas em versões mais leves, produzidas sobre a base de sandálias. São as chamadas open boots, que são botas abertas na frente (nos dedos) ou atrás. Elas podem ser usadas de diversas maneiras e se destacam por serem fresquinhas e ao mesmo tempo muito chiques e femininas. Mulheres com pernas compridas, magras e com os tornozelos finos, se adaptam melhor a esse modelo.

E vamos também a avançar as tendências dos sapatos para o outono/inverno 2011.

Foto: Daniel Rocal no Flickr

Man repeller: a divertida moda de espantar os homens

Imagem do blog de moda da blogueira Leandra Medine

O estilo man repeller ganha cada vez mais adeptas a maneira mais descolada de se vestir, mas considerada por alguns homens não muito atrativa. Essa nova moda dá lugar ao jeitinho feminino e coloca em destaque um look mais elaborado, muitas vezes até antiquado, como óculos grandes de aro grosso e aquele casaquinho da vovó.

A estudante de moda nova-iorquinha Leandra Medine, de 22 anos, foi a inventora da expressão man repeller (repelente de homem). A estudante tem um blog que fala desse novo estilo e de como usá-lo. O site fez tanto sucesso que em menos de um ano ganhou mais de 16 mil seguidores.

O site e o conceito ganharam fama. E a blogueira chamou a atenção de vários jornais e revistas, como O Globo que a entrevistou para uma matéria de moda no caderno Megazine. Ela também foi matéria do The New York Times e apareceu em publicações do Nylon Magazine, Harper’s Bazaar e The New Yorker. O blog surgiu com ideia de que as meninas que se vestiam com a moda das passarelas acabavam solteiras, logo a culpa de relacionamentos falidos era da roupa. Então Leandra criou o conceito de man repeller. A blogueira, em entrevista ao jornal O Globo, confessou de que já não tem mais esse tipo de opinião, mas que gosta de continuar dando dicas de como montar um look com humor.

Nas boates cariocas, pelo menos nas mais alternativas, já pode ser conferido como a nova moda ganhou fãs. A saia curta, decote e cabelão dão espaço a um estilo mais masculino, com calças super largas, cabelos raspados, além de ombreiras e tamancos altíssimos de causar estranheza. Tanto que é considerado excêntrico e de até espantar os homens. O batom preto, calças saruel e de cintura alta, saias compridas até o chão, ombreiras grandes e muitas sobreposições de peças também fazem parte desse estilo.

Umas das adeptas dessa nova moda anti-homem é a vocalista da banda Cansei de Ser Sexy, Luiza Lovefoxxx. A cantora gosta de usar maquiagens pesadas, exagerar nos acessórios, além de usar collants e roupas volumosas.

A blogueira até chama a combinação casaquinho da vovó com óculos de aro grosso de «birth control» (controle de natalidade), e brinca ao dizer que um método contraceptivo infalível.

Fica a dica para quem gostar de inovar e sair do lugar comum. Man repeller é um estilo anti-Carrie Bradshaw que não é para todas, e não são muitas as mulheres que se identificam. Mas o interessante dessa tendência é a busca por uma moda contrária ao jeito feminino e elegante. Por menos atrativo que seja, ter esse visual tipicamente exagerado e extravagante dá um certo ar de humor e diversão ao compor um visual. Vale a pena brincar e testar.