História da New Balance

New Balance é uma das grandes marcas de calçados esportivos.

Quem é que nunca teve pelo menos um modelo de calçados New Balance? Sem dúvidas é uma das grandes marcas do segmento no mundo, sendo que o seu grande concorrente direto nos EUA é sem sombra de dúvidas a NIKE. Os americanos que amam um selo detestam o outro, o nível de competitividade neste solo é altíssimo. O conceito da marca é empregado em todos os tipos de coleções que normalmente carregam o logo da marca destacado nas laterais com nylon e couro de altíssima qualidade empregado nos cabedais. Conheça a história da New Balance, uma das maiores empresas de calçados esportivos dos EUA.

Como tudo começou?

O fundador da empresa foi William J. Riley, cidadão de origem inglesa que na época era apenas um garçom com 33 anos, no ano de 1909, em Massachusetts. Sua produção inicial estava focada na produção de tênis com palmilhas especiais para o mercado ortopédico.

Os tênis New Balance são uma referência em moda esportiva.

Vale dizer que era necessário possuir prescrição do médico para consumir os produtos que eram fabricados com o intuito de diminuir dores ou corrigir problemas nas costas principalmente dos trabalhadores que exercem grande parte da atividade do itinerário em pé. Um efeito revigorante era proporcionado aos mais variados formatos de pisados.

Somente em 1934 a preocupação com os esportes começou a ser mais ressaltada com a confecção de tênis de corrida para um clube em Boston. Conquistou rapidamente a cidade com modelos bastante leves. Neste sentido ocorreu uma parceria com Arthur Hall, revendedor que começou a expandir as vendas consideravelmente para diversas lojas. Foram elaboradas coleções de segmentos trabalhistas diferentes como: garçons, bombeiros, policiais, médicos, entre outros.

O ponto de partida da grande publicidade da marca ocorre em 1940, quando o consagrado corredor Dan McBride começou a competir calçando o tênis com trava e couro de canguru. Foi quando os outros esportes começaram a fazer parte da linha produtiva do selo: basquete, boxe e beisebol.

Grande aquisição!

Na metade do século passado, a empresa foi comprada por James “Jim” S. Davis pelo singelo valor de US$ 100 mil. Certamente uma das melhores aquisições da história de empresas de calçados uma vez que a rede de distribuição das unidades produzidas pela empresa foi redesenhada e alavancada para todos os cantos do planeta.

O pequeno empreendimento começou a ser mais emplacado publicitariamente com diversas campanhas que carregavam milhares de dólares, patrocinando inúmeros atletas e celebridades, se tornando uma das grandes líderes de vendas do segmento em solos norte-americanos, o mercado mais consumidor do mundo.

Fonte: Mundodasmarcas.blogspot.com

História da Ralph Lauren

Conheça a história da marca do estilista americano Ralph Lauren

Qualquer produto da marca é um presente sem erro. Qualquer desfile de moda só pode ser considerado legítimo quando o selo está presente na passarela. O destaque não fica apenas nas confecções, mas também nos acessórios e perfumes da grife. Conheça a história da Ralph Lauren.

O mundo todo admira as roupas que carregam o famoso jogador de polo em cima do seu cavalo. As peças são altamente glamorosas, sendo que são altamente cobiçadas por pessoas que gostam de alto estilo e confecções direcionadas à vida dos executivos, seja no trabalho ou durante o momento do lazer.

A linha produtiva combina com todos os estilos, do clássico ou mais esportivo. Para muitos críticos de moda o selo representa a moda moderna corrente nos Estados Unidos.  Para outros a Ralph Lauren representa moda americana e britânica em apenas uma peça com bastante glamour e status.

História: No ano de 1967 a empresa já marcou forte presente com as confecções de gravatas bastante modernas para época que eram extremamente curtas e não possuíam ricos detalhes nos modelos mais convencionais.

As unidades custavam o dobro dos valores mais encontrados, contudo foi altamente procurada pelos executivos norte-americanos. A rica composição de seda italiana liderou rapidamente o mercado do segmento. Faturamento de US$ 500 mil somente no primeiro ano de vendas.

Com o sucesso agregado, Lauren começou com a produção de roupas masculinas, tendenciado clássico com moderno na sua primeira coleção. Somente da década de 70 que o símbolo da marca começou a confeccionar também pata o público feminino. Foram produzidas diversas saias, calças, vestidos, pregueadas, entre outras peças com bastante delicadeza e singularidade.

Na metade da mesma época a Ralph Lauren já confeccionava para as crianças, sem contar a alta produção em perfumes e atém mesmo para itens de decoração de residência, como porcelanas, lençóis e tapetes. Sendo que a identidade da marca no que tange a alta elegância foi sempre presente em todos os detalhes dos bens manufaturados.

Com a histórica chegada à Europa no ano de 1981, Lauren marcou seu nome na história como primeiro estilista americano a abrir comércio no velho continente, decretando que seu selo veio definitivamente para ficar. O estabelecimento foi construído na New Bond Street, Inglaterra – simplesmente uma das regiões onde a moda gera mais renda em todo o planeta.

Liderando o mercado por muitos anos acabou agregando bastante capital financeiro para investir também em outras companhias. Em 1995 comprou a líder canadense Club Monaco, empresa com quase 80 lojas nos Estados Unidos e Canadá.

Timberland, moda e natureza selvagem

Timberland é um símbolo em roupas e calçados de aventura.

A natureza nos seu corpo. A Timberland é a marca que mais simboliza o ambiente natural, seja pelo objetivo das suas peças ou pelas suas campanhas publicitárias relacionadas com a temática. Sem dúvidas é a líder mundial no segmento, sendo que os concorrentes estão muito atrás de todo o poder, desempenho e beleza que estão compostas em toda linha de produção da empresa. A Timberland produz roupas, acessórios e calçados para quem gosta de fazer aventuras.

A grande maioria dos bens produzidos é impermeável. Ótima maneira de adentrar nas mais diversificadas selvas que carregar trilhas bastante complicadas para serem realizadas. Qualquer solo natural ao ar livre necessita de bastante segurança para ser pisado. Neste intuito a empresa está avidamente preocupada em empregar o máximo de proteção. Vale ressaltar as solas de borracha antiaderente que são elaboradas com tecnologia existente somente nos calçados da empresa.

História!

Em 1918, O aprendiz de rebitador Nathan Swartz começou sua carreira profissional confeccionando calçados para uma pequena empresa localizada na cidade de Boston, Massachusetts.

Com bastante sucesso agregado com técnicas aprendidas durante sua experiência arrecadou bastante capital financeiro e investiu alto comprando metade da Abington Shoe Company, no ano de 1952. De fato, Swartz não tardou em conquistar sucesso empresarial e poucos anos depois comprou todo o empreendimento. Depois disso, começou a vender seus calçados para diversos estados americanos por quase uma década.

Calçados de aventura de Timberland.

Contudo, os caminhos da empresa começaram a se expandir rapidamente na década de 60. Swarts percebeu que a cidade era bastante fria além de ser rica na produção de madeiras. Depois de analisar diversas madeireiras que são bens naturais em todo o Estado o empresário percebeu que os lenhadores sofriam bastante com as condições do clima na hora de exercer a atividade, principalmente no que tange a proteção aos pés.

Neste sentido foi elaborado um procedimento de injeção com tecnologia ímpar bastante avançada na época baseada em uma completa união entre cabedal e sola. As costuras ou emendas eram evitadas ao passo de que a composição impermeável protegia completamente a pele dos pés.

Como a fórmula de certo Swartz resolveu aperfeiçoar a técnica, conquistando assim o mérito de ter produzido a primeira bota completamente impermeável do mundo. Vale ressaltar que era a única também que mantinha a temperatura internamente.

Porém, o público jovem americano começou a usar também os modelos, mas com o intuito de singularizar seu vestuário. Em 1975 já eram quase 300 mil pares produzidos.

Com o destaque começou a se expandir para o mundo na década de 90 produzindo também outras diversas confecções e acessórios relacionados com a vida em aventura. Em 2001 anunciou faturamento de aproximados US$ 1 bilhão.

Dados corporativos:

  • Origem: Estados Unidos
  • Fundação: 1952
  • Faturamento: US$ 1.28 bilhões (2009)
  • Lucro: US$ 56.6 milhões (2009)
  •  Lojas: 700
  • Lojas em Brasil: 16 lojas
  • Website: www.timberland.com

Fonte e fotos: Mundodasmarcas.blogspot.com