Anna Wintour é recebe título de Nicolas Sarkozy

Anna Wintour, editora da Vogue, é uma das personalidades mais influentes do mundo da moda

Anna Witnour, a editora mais famosa do mundo da moda, recebeu em junho o título Chevalier Chevalier de la Légion d’honneur, das mãos do presidente francês Nicolas Sarkozy, no Palácio Elysée, sede do governo.

Entre os convidados que participaram da cerimônia estavam presentes Stefano Pilati (Yves Saint Laurent), Alber Elbaz (Lanvin), Donatella Versace, Karl Lagerfeld e Bernard Arnault.

O título é a medalha mais alta da condecoração francesa e recompensa para personalidades, militares e civis por serviços prestados à nação. Confira aqui as fotos da cerimônia.

Wintour é a editora-chefe da edição americana da revista Vogue, uma das publicações de moda mais importantes do mundo. Ela se tornou um ícone não só por estar em um dos postos mais influentes da área, mas a editora também se tornou uma celebridade ao se envolver em um caso extraconjugal que virou matéria na mídia.

A britânica entrou na Vogue em 1983 e cinco anos depois assumiu a direção da revista. Apesar de ser conhecida como uma pessoa exigente e temperamental, Wintour conseguiu aumentar em 200% o número de anúncios na publicação, depois que assumiu o cargo. O seu jeito autoritário no trabalho lhe rendeu um apelido que a perseguiu por anos: ‘Nuclear Wintour’, vindo da expressão ‘nuclear winter’ (inverno nuclear).

Para fazer concorrência com a Elle, na época, e colocar a revista entre uma das mais importantes do meio, Wintour sofisticou o material editorial e rejuvenesceu as capas. Ela passou a lançar modelos adolescentes ainda desconhecidas, além de colocar nas capas estrelas de cinema e socialites.

Ela ajudou a consagrar modelos, como Gisele Bundchen, além de estilistas como Marc Jacobs e John Galliano. A revista virou referência, passando a determinar o parâmetro de moda mundial, mesmo para as revistas concorrentes.

Em 2003, Lauren Weisberger , uma ex-assistente pessoal de Wintour lançou o livro O diabo veste Prada, sobre uma editora de moda autoritária de uma revista influente. O livro foi um bestseller e inspirou o filme, de mesmo nome, com Meryl Streep interpretando a editora de moda “Miranda”.

Durante a produção do filme, houve boatos de que Wintour estaria pressionando personalidades da moda para não participarem do filme, se não teriam seus nomes banidos da revista. Mas após o estrondoso sucesso do filme, na première, a editora só elogiou a produção.

Foto: K Bar no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *