A nova coleção de inverno da Dior

O site de notícias sobre FFW Fashion Forward foi à Paris conferir o showroom com a nova coleção de inverno 2012, criada pelo estilista inglês Bill Gaytten. Desta vez, a nova leva da grife está repleta de couro, material principal para a próxima estação.

É a segunda vez que Bill Gaytten cria uma coleção para a Dior.  Ainda mais em um ótimo momento da marca que está com as vendas em alta, lucro que vem aumentando a cada ano. A porta-voz da marca no Brasil, Heloísa Caraballo, definiou a Dior como “o guarda-roupa da mulher elegante”. Caraballo disse que a coleção foi inpirada em temas romântico, como o balé. E as paletas de cor da coleção giram em torno de tons de rosa, como o rosa bebê e o vintage, além de violeta, nude e um bege rosado.

A coleção foi feita principalmente para comemorar os 65 anos do “New Look”, lançado pela grife nos anos 50. Era um novo conceito de moda para a época, quando simplicidade com luxo foram unidos para compor o novo visual da mulher da época, ainda mais no período pós guerra.

Um dos destaques da coleção foi a famosa jaqueta “Bar” que foi revitalizada e veio acompanha de cintos de vinil para marcar a silhueta. A peça foi feita de couro, além das mangas serem feitas com tweed e zíper. A clássica bolsa da grife, a “Miss Dior”, de croco amarelho é outro destaque, além dos acessórios na mesma cor.

As saias vieram com um comprimento um pouco abaixo do joelho. Muitas possuem fendas ou barras transparentes, justamente para dar um ar mais sensual à peça, mas sem ultrapassar os limites, fazendo referência à moda antiga. Os paletós também ganharam detalhes que fizeram diferença. No caso, o estilista misturou tecidos como seda e neoprene em uma mesma peça. Também desenhou vestidos de cetim e saias de couro com a clássica fenda, só que feita de organza.

A coleção contou com muitos bordados feitos de pedrarias e paetês, sem perder a leveza no design das roupas e as estampas foram bordadas com fios feitos de couro. Esse foi o tecido chave para a coleção da Dior que também foi usado em tops drapeados para roupas de festa.

Este é um bom momento para a marca que após a saída de John Galliano, ano passado, foi assunto na mídia sobre quem seria o próximo diretor criativo. Até Marc Jacobs foi cogitado para o posto. Há muita novidade por vir este ano.

Fontes:

http://ffw.com.br

http://almanaque.folha.uol.com.br

www.puretrend.com.br

 

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *